segunda-feira, 24 de Março de 2008

A Curetagem

Como não passei por esta intervenção, a única informação de que disponho foi recolhida de várias fontes na internet e de algumas pessoas que partilharam alguns detalhes comigo.
“Curetagem” é uma palavra com que os médicos atiram às mulheres, como se elas estivessem todas perfeitamente por dentro do assunto.
A Curetagem é a raspagem com cureta, um instrumento cirúrgico em forma de colher, com os bordos cortantes que serve para fazer raspagens em superfícies côncavas.
A Curetagem, também chamada D&C, Dilatação e Curetagem, consiste na dilatação do colo do útero para acesso ao interior do útero através da vagina para raspagem dos restos do produto da concepção.
Pode soar terrivelmente, mas pelo que pude apurar, e pelo que os próprios médicos me disseram, o processo envolve pouca dor, e é possível iniciá-lo de manhã no hospital e regressar para casa ao final do dia. Conheço uma mulher que estava a trabalhar no dia seguinte. Contudo, é aconselhado permanecer em repouso um a dois dias. A mulher deverá estar atenta ao aparecimento de febre, persistência de cólica abdominal intensa ou duradoura, ou persistência de sangramento vaginal intenso.
Como tudo, tem desvantagens e vantagens. Por um lado, a mulher tem que ser submetida a uma anestesia geral, e existe um risco de, no processo de raspagem, o endométrio, o fino revestimento do útero, ser danificado, o que pode trazer dificuldades para uma próxima gravidez. Por outro lado, a mulher não tem que viver semanas com o feto sem vida dentro de si, o que a poupa de toda a tensão emocional que isso pode acarretar, não corre um grande risco de infecção, e não tem que passar pelas dores da expulsão.
A decisão de aguardar ou fazer a intervenção não é fácil. A melhor atitude a tomar é contar com o médico, fazer-lhe todas as perguntas, esclarecer todas as dúvidas, e decidir com conhecimento dos dois caminhos, reconhecendo qual aquele que cada uma está mais preparada para enfrentar.

Se houver aí fora uma mulher que tenha passado pela Curetagem e queira ajudar outras nesta encruzilhada, peço que me ajude a desmistificar esta situação, partilhando como foi e o que sentiu.

100 comentários:

Anónimo disse...

Bom resolvi falar sobre esse assunto agora passado quatro meses do aborto, sofri um aborto espontaneo com dois meses de gravidez,estava sozinha em casa, e comecei a sentir uma sensação de desespero, depois uma grande diarreia(sempre sofri de prisão de ventre)e logo depois a expulsão do coagulo que pareci um figado. Comecei a ter problemas com cinco semanas de gravidez. Se alguém quiser convesar sobre o asunto meu e-mail é vanessapedagogia@bol.com.br.

Babyblues disse...

Saudações Babyblues.blogs.sapo.pt
Eu fui uma dessas mulheres que fez a Dilatação e Curetagem, porque como tive um aborto retido teria que esperar que o meu corpo naturalmente expulsasse tudo. Como estava muito afectada psicologicamente o meu médico optou por fazer a D & C.
Fi-la de manhã e no final do dia estava em casa. Levei anestesia geral e não sofri nada (nenhuma dor física).
Fui trabalhar no dia seguinte à tarde, para não ficar em casa triste e sozinha.
Engravidei novamente dois meses depois e já estou com 38 semanas, com o parto quase à porta.

Déjàvu disse...

Passei pela mesma coisa ,agora dia 11/03/08 fiz a curetagem,estava com 2 meses, o embrião não estava com batimento cardíaco,tive um aborto retido.
Engraçado que desde o começo da gravidez me sentia angustiada ,como algo pudesse acontecer a qualquer momento...e aconteceu,sofri muito,mas é como se eu estivesse preparada,não sei explicar.
A dor emocional é mil x pior do que fisica,que por sinal não tive nenhuma,nada de cólica,dor ,nada,até meu sangramento foi pouco,e durou 10 dias,meu médico disse que já poderia contar como menstruação.Dia 25 agora fui fazer minha revisão,esta tudo ótimo,tudo no devido tamanho,no seu lugar de origem...daqui há 2 menstruações volto aos treinos,mas sem ansiedade,poq tudo vai acontecer na hora certa,não posso lutar contra isso.estou vivendo 1 dia de cada vez.
Um grande beijo

Anónimo disse...

Parabéns pelo blog, está espectacular! Eu nao fiz Curetagem, tudo saíu naturalmente às 7 semanas (um atraso - como diz a tua médica). Estava desconfiada que as coisas nao estavam bem porque deixei de ter sintomas de gravidez... mas mesmo assim foi um choque enorme. Depois foram 6 meses de tentativas a tentar controlar a ansiedade para levar as coisas com calma. Agora estou grávida outra vez mas só de 8 semanas e estou cheia de medo... Estive enjoada nas primeiras semanas, mas agora já nao estou e por isso temo que vá acontecer tudo de novo...
Boa sorte e tudo de bom!!

Uma Mulher disse...

Olá, Déjàvu!

Muito obrigada pela tua partilha. A tua forma de encarar a situação é um exemplo para todas as mulheres que passam por isto. É isso mesmo, um dia de cada vez, sem demasiada ansiedade. E com optimismo no futuro :)
De facto, pelo que sei, a recuperação após a curetagem é bastante mais rápida e indolor do que aguardar pela expulsão expontânea. Mas é fulcral que as mulheres conheçam bem as vantagens e desvantagens de ambas as soluções, antes de decidir. Cada mulher é diferente.
Um beijinho e toda a sorte!

Uma Mulher disse...

Ola, Jô!
A notícia da tua gravidez é óptima. Tenta não deixar a ansiedade tomar conta de ti. Sei que é difícil, mas tu consegues.
No Aborto Retido, de facto é incomum os sintomas cessarem antes de se ter o diagnóstico, normalmente todos os sintomas da gravidez se mantêm mesmo depois da gravidez ter parado. Só ao fim de várias semanas é que eles desaparecem.
Se puderes, aparece para nos contar como está a correr.
Estamos todas a torcer por ti!
Um beijinho.

Maffa disse...

Olá Mulher linda, os teus textos sao de uma riqueza enorme e aposto que este blog vai ajudar muita gente...
Só para dizer que está tudo a correr bem com a minha estrelinha, 14 semanas já lá vao, e eu estou feliz e radiante! Ou seja, há esperanca!!

Carol disse...

Oi Gente, tb passei por uma curetagem dia 21/05/08, está bem recente. Como o meu bebê estava sem vida dentro da barriga e tinha apenas 1 mês, o médico resolveu fazer a curetagem e graças a Deus correu tudo muito bem, não sinto nenhuma dor e o sangramento tb parou. Daqui a 15 dias vou retornar ao médico para fazer uma avaliação. Boa sorte a todos!!!

woman disse...

Fui submetida a uma curetagem em Outubro de 07. Achava que estava na minha 11ºsemana, quando afinal já tudo estava perdido no final da sétima. A minha médica disse-me que teria que fazer uma curetagem. Questionei-a sobre outras opções, mas respondeu-me prontamente que ela não provocaria o aborto com medicamentos, uma vez que poderia desencadear em fortes hemorragias e infecções. Não tive dores, mas depois da médica me dizer que foi um pouco difícil, por não ter praticamente dilatado, estou com receio de ter dificuldade em engravidar. O passo seguinte foi saber a causa deste infortúnio. Foram enviados os restos ovulares para um laboratório de citogenética. Saiu o resultado que indicou uma triplóidia, seria conveniente estudar o cariótipo dos progenitores. Foi quando descobrimos que o meu marido tem uma translocação entre os cromosssomas 13 e 14. Ou seja, é um indivíduo perfeitamente normal, mas que com esta característica pode desencadear uma má distribuição dos cromossomas. Nós sabemos que temos 50% de hipóteses de voltar a acontecer. Sabemos a causa, mas não podemos fazer nada para a contrariar. Vamos acreditar que na próxima vez vamos conseguir! Boa sorte e coragem!

Anónimo disse...

Oi, passei pela curetagem há exatamente 4 dias... Era um bebê muito esperado, minha primeira gravidez. Estou muito abalada ainda, mas recebo forças da família e do meu marido. Senti algo diferente quando descobri a gravidez, me senti insegura e ultimamente estava triste, a fome diminuiu... logo após, descobrimos que os batimentos cardíacos do bebê não existiam mais... Ainda está recente, sinto cólicas, ainda sangro e meu médico pediu para aguardar 6 meses até a próxima gestação... Estou tomando anteconcepcional... Ainda estamos aguardando o resultado da análise no feto para saber a causa do aborto. Confiamos em Deus e em tudo que a vida nos oferece e sabemos que tudo tem um motivo de ser, portanto força, coragem e muita luz a todos.

helena disse...

oi! Tive de fazer uma curetagem em maio e correu tudo bem! tomei os antibioticos receitados, nao fiz febre e dores nem uma. não estou a tomar pilula porque me enjoa e engorda bastante. gostaria de saber se alguma de voces sabe se ter a menstruação atrasada por 2 meses é normal? a minha consulta ainda demora porque a médica foi de ferias....obrigado.

Anónimo disse...

Oi:

Tb vivi o mesmo dia 25 de julho 2008. A curetagem não provoca qualquer dor, é anestesia gera. E se necessário fosse teria trabalhado no dia a seguir.
A dor psicologica tb não foi problema para mim, pq apesar de querer dar muito um irmão ao meu filhote de 5 anos, sei que há coisas muito piores que poderiam acontecer.
Segredo? Pensamento positivo e os anos, vamos aprendendo a viver um dia de cada vez. Talvez por isso esteja agora mais preparada para ser mãe outra vez.
Bjos e coragem a todas

Cycy disse...

Olá, também tive um aborto retido, foi horrível saber na 7ª semana que meu bebê estava morto, era minha primeira gravidez, estva feliz, fazendo planos, eu e marido somos um casal feliz e ele tem me ajudado. Ainda não saiu o resultado do exame sobre o que ocorreu, mas quero engravidar de novo, vou tentar ano q vem pq perdi recentemente, dia 26 de julho. Tenho medo de acontecer de novo, mas na vida temos que arriscar.

Anónimo disse...

olá! gente estou desesperado tive um aborto espontaneo que terminou em uma coretagem no dia 28/07, porém tive relação no dia 16/08 corro o risco de engravidar ? Posso tomar a pilula do dia seguinte para evitar? já que o médico falou que tem que esperar 6 meses para engravidar denovo. Estou com medo de engravidar e perder novamente ... me ajudem ! please...
obrigada

Silvana disse...

Silvana,
Infelizmente fiz uma curetagemno dia 09/09/2008,estava iniciando a nona semana, mas o ultassom determinou que meu embrião havia morrido na sétima.Foi horrivel chegar lá para ver o bb pela primeira vez e receber a noticia que seu coração já não batia,seria nosso primeiro filho.Meu médico internou-me e administrou Citotec,foram as dores mais fortes que já senti e pior foi em vão.Tive mesmo que fazer a curieta, que fisicamente não doeu nada;mas psicológicamente não estou bem.É bom conversar com alguém que já passou por isso.Ao meu lado todos querem que eu esqueça, como se fosse posssivel, mas eu ainda tenho que falar.

Anónimo disse...

Faz apenas dois dias que soube da triste notícia. Os médicos não conseguiam ouvir os batimentos do bebê. Já tenho uma filha, mas queríamos tanto outro bebê, sem falar da felicidade que nossa filha estava por poder ter um irmãozinho(a). Está sendo difìcil ficar em casa, tento preencher o tempo fazendo as coisas do serviço, mas também foi muito difícil a perda e contar para nossa filha o que tinha acontecido.Não fiz a curetagem, optei pelo medicamento, contunuo sangrando mas não tenho dores.

Anónimo disse...

Minha esposa fez a curetagem quarta feira dia 23/09,ficou de repouso ontem o dia inteiro,tentou trabalhar hoje,e sentiu quase que os mesmos sintomas do dia que fez a curetagem.
Ela tem sangrado uma pouco e esta um pouco fraca isso e normal?
Quantos dias e o ideal pro descanso?
Perde sangue na coretagem?
juniorveloso1@hotmail.com

Anónimo disse...

Olá!!!
Estava de 11 semanas qd fui ao banheiro e notei uma gota de sangue, corri para o hospital e lá foi dito que o bebe estava sem batimentos e que teria perdido com aprox. 9 semanas.
Minha medica indicou a curetagem. hoje faz 1 semana que fiz a curetagem minha GO pediu para que eu aguardase 2 ciclos para tentar novamente, meu exame para saber as causas do aborto não ficaram prontas e agora estou cheia de medo para tentar engravidar de novo... Parabens pelo Blog assim podemos trocar informações e saber que não somos as unicas a sofrer essas perdas tão dolorosas...
Bjs

Anónimo disse...

ola a todos,
meu nome é karina ,tenho 29 anos e sou mae de duas lindas meninas.
em junho desse ano descobri q estava gravida,foi um pouco inesperado,ja q meu marido não queria mais ter filhos,mas depois do susto começou o sonho e aquela alegria.com 9 semanas descobrimos q seria um menino!!meu marido e eu não nos cabiamos de tanta felicidade!!contavamos para todos que encontravamos!!com 14 semanas fui fazer um ultra som sozinha como de costume,e eis q meu medico me deu a noticia q o bebe não tinha mais batimentos...perdi o chão.ele disse q o bebe ja estava assim a uma semana.resolvi q queria fazer o procedimento só no dia seguinte,pois não estava pronta para me desfazer daquele sonho de uma vez .Nunca tinha tido nenhum tipo de problema com as outras gestaçoes,sempre fui mto ativa.pedi todos os exames para saber porque aquilo havia acontecido,e para minha surpresa,e maior dificuldade de aceitaçao,os exames nao identificaram nenhuma anormalidade comigo ou com o bebe.
meu primeiro periodo veio 35 dias depois da perda e meu medico falou q se for de minha vontade ja posso começar a tentar de novo neste primeiro mes.
Estou escrevendo aqui porque saber que nao fui a unica a passar por tamanha dor ,e ver que temos força para nos recuperar tanto fisica como psicologicamente me ajudou mto.desejo muita sorte a todos, e mtos bebes tambem.
nunca devemos desistir de nossos sonhos,por mais distantes que eles pareçam estar.sei que chegarei no final da minha vida com a certeza de que EU VIVI,conheci a alegria extrema e tambem a dor extrema .
um beijo a todos que estão vivendo.

Ana disse...

Olá!O meu nome é Ana e tenho 30 anos.Fui ontem à ginecologista e ela detectou que o meu endométrio tem uma espessura anormal de 21mm.Receitou-me uns comprimidos para provocar a menstruaçao,já que não faço ovulações regulares.Se a mesntruação limpar esta camada espessa,tudo bem,senão terei de fazer a curetagem.Estou apavorada,cheia de medo de ter dores e de que seja mal feita e depois não possa cumprir o meu maior desejo:ser mãe.Obrigada pelas palavras de apoio!

Anónimo disse...

Olá!!!meu nome é alesandra também sofri com um aborto retido meu bebe ficou 21 dias morto em meu ventre passei por um aborto induzido e depois por uma cureta agora estou me recuperando mas ainda estou muito abalada não queria acreditar que isso tinha acontecido comigo pois estvamos esperando muito este bebe mas DEUS me dará forças para ter uma nova gravidez não vejo a hora de engravidar de novo beijos que DEUS de a paz a todos vcs

Maruska disse...

Olá !!
Meninas, só que entende sobre o assunto é quem já passou por esse momento tão triste, não é???
Há umas tres semanas atras, acordei feliz porque tinha um horário com a clinica de radiologia para ver meu bebe,que pelas nossas contas estava com 8 semaninhas, blz....
A médica ao ver a imagem ficou branca e triste e me disse.."Ai, ai, ai tem um problema aki!!!
Me deu um frio no estomago e perguntei.. "O que"
Seu bebe parou de desenvolver!!!!!!
Foi a mesma coisa de ouvir a sua gravidez acaba aki!!!
A primeira coisa q pensei foi... Ainda bem que tenho Deus comigo, que me sustenta , que me acolhe..
Mas o pior de tudo foi ter que passar algumas semanas explicando para as pessoas que me conhecem que não estava mais grávida, algumas até choraram, e elas não entendiam
o porque da minha calma!!!!
No momento que vc entrega sua vida para Deus, seus anseios, desejos, tem que confiar Nele, porque as coisas só acontecem com autorização Dele no tempo Dele, e não no meu tempo!!
Ele tem o melhor pra mim, pra vcs amigas, basta confiar e esperar Nele.
Hoje fiz a curetagem, foi ótimo!!!
Tomei anestesia, não vi nada, acordei bem, com fome, tomei todos os medicamentos q colocaram no soro
e tomarei os que a médica me receitou..
Meninas, nada é por acaso!
Tudo tem um propósito na nossa vida, não veja essa situação como uma derrota, frustação, mas sim um cuidar de Deus, as vezes não estamos preparadas,será q seu casamento não precida de um consertinho, ajuste.
Será que vc tem uma casa apropriada para receber seu bebe, será q vc não precisa melhorar de emprego, pra dar uma vida melhor para seu bebe, e assim vai.......
Reflitam, confiem e não desistam jamais porque a palavra do Senhor é fiel, e não volta atras.
Leiam salmo 62
beijos pra todas

Carla disse...

Olá meninas. Que bom saber que não estou sozinha nessa jornada. Lendo o depoimento de vocês agora posso respirar fundo e seguir em frente. Sei que vocês podem concordar comigo que é uma sensação enorme de impotência! Estou casada a 4 anos e meu marido tem 2 meninos que moram conosco (um de 14 e o outro de 7). É uma convivência bem tumultuada, principalmente com o mais velho, pois a mãe raramente aparece.Sou professora e tenho 40 alunos, e mais... um pré-adolescente de 7 anos (muito responsável), uma criança de 14 (dá muito trabalho), e um bebê de 40 anos (que é o pai) e é mais carente que os meninos. Vinha tentando engravidar desde o 2 ano de casamentomorando no mesmo quintal que a casa da sogra. ISSO È QUE È PENAR! Tive dois alarmes falsos e fora as gracinhas de que eu não prestava nem para engravidar...Consegui com muito sacrificio alugar uma casa mais longe nas ferias das crianças. Desencanei...pois meu menino mais velho viciou no computador e corria para ajudá-lo a sair deese mal!. Num dia de compras, meu marido percebeu que eu não comprava absorventes a 3 meses, e que estava passando mal: chupava limão com sal, manga verde, gelinho, não podia sentir cheiros fortes e outras...Ao começar a sentir dores nas costas e na barriga, urinar bastante, liguei para minha doutora "anjo". No consultorio, ela havia dado 90% de chances de uma gravidez. Fiz o exame no dia seguinte e meu marido viu que deu positivo! Finalmente eu podia sim engravidar e tentar dar a ele uma menininha!Marquei um ultrassom intravaginal no mesmo dia. O medico disse que tinha sim um bebê, mas estava morto de 8 semanas, sem forma, deslocamento da placenta. MEU MUNDO CAIU! Como faria para dizer ao meu marido... Em casa, levei o resultado para ele e o vi chorar como criança ajoelhado no chão. Eu tive que consolá-lo e não o contrario.Fui internada na manhã seguinte, em jejum desde as 10 horas e fiz a curetagem as 17:30. Foi tranquila e acordei sem dores cerca de 1 hora e meia depois de acabada a cirurgia. Jantei e dormi. A meia-noite, me levantei e fui ao banheiro. Tomei um banho, me organizei e me pus a refletir.De repente, minha mãe ligou e disse que tivera um sonho e que não era para essa criança vir mesmo (SAPIÊNCIA PURA!, pois quando soube do resultado positivo da gravidez, meu pai disse para fazer alguns exames pois teria alguma coisa errada. Então corri e vi o aborto).Não sangrei depois do banho. Sai as 10 da manhã no outro dia, sem dores ou mal-estar.A medica me afastou por 7 dias para repouso. O resultado sairá dia 03/11, pois hj faço 4 anos de casada.Ela quer me afastar até o final de semana para me recuperar bem. Aqui em casa está tudo calmo: meu marido é um homem muito bom e não posso ficar tão abalada, pois sou um alicerce aqui. Meninas, deu tdo certo. Agora menstruei e tenho cólicas, mas nada que não seja suportável, quanto a dor de perder um filho que nem veio ao mundo. Forçã meninas. Deus sabe o que faz!!!

Anónimo disse...

Ola meninas.. meu nome é Raquel, tenho 21 anos...sou casada a 11 meses...venho tentando muito engravidar... quando resolvi fazer tratamento, descobri que tenho SOMP(sindrome de ovarios micro policisticos) e meu marido deu normal... m desesperei..foi ai que meu GO disse que 90% das mulheres poderia ter.. e que nao m empedia de engravidar..o unico problema era nos hormonios dificuldade de ovulaçao...e me passou um regulador cicloprimogyna...por 3 ciclos que se nao engravidasse ia m passar um indutor...no meu primeiro ciclo do remedio a mestruaçao nao veio achei estranho....voltei nele ele m confirmou que estava gravida... a minha mestruaçao falhou desde 23 de julho.... nao tinha ideia que estava gravida pq ela sempre atrasava por causa da SOMP...começei a perder liquido quando fui demitida.. fiquei tao nervosa começei a sentir dores colicas e sangrar muito de 20 em 20 minutos eu trocava absorvente...foi ai que fui ao posto de saude e a medica fez o toque e disse que eu estava abortando.... fui encamiada para emergencia.. o medico que estava de plantao no hospital duvidou que eu estava gravida e nao quiz m da um anteabortivo e me encaminhou para um hospital a 84 k da minha cidade... nossa e eu no soro sangrando muito meu marido se desesperou.. eu achava que estava com semanas la m atenderam muito bem e rapido fizeram ultrason e eu ja tinha perdido a metade da minha filha.. era uma menininha..e eu nem sabia minha primeira filha e do meu marido todo mundo ficou muito triste.. fui fazer a coretagem.. correu tudo bemm hoje tem 7 dias que estou de resguardo.. nao sangro mais so umas colicas bem leve quando ando muito ...que sufoco ainda doi a perda sabe tentei tanto sai do hospital falando que nao queria mais um bebe.. mais meu marido m pediu muito e falei que ia ver mais no futuro agora nem tao cedo quero pensar...
tenho fe em DEUS e si que ele abençoa agente...

fiquem com ele ele nos ama muitoo.. um abraço a todas...

Anónimo disse...

Meninas a verdade é que parece mas não somos únicas, comigo aconteceu Meu nome é Quélen e eu tenho 19 anos sou casada e tentei 3 meses p engravidar, e em 21 de outubro descobri q ue estava grávida com 2 dias de atraso da menstruação mas depois de algumas semanas começou o sangramento, fiz uma transvaginal e deu tudo normal mas o sangramento aumentou e as cólicas também aumentarãm e dia 18 agora fui no médico e ele fez outra transvaginal e viu q o bebê ja estava morto.Foi minha primeira gravidez, fiz a curetagem dia 19 e na hora nã doeu nada, foi anestezia geral agora estou sintindo algumas fincadinhas mas nada de mais.

È a tristeza bate, mas sabemos que Deus têm o seu tempo p tudo e ela que nos guarda nos consola e nos fortalece!

Que Deus abençõe e guarde todas vocês!

Se quizer me mandar e-mail:quelen_vaz89@yahoo.com.br

karen disse...

Ola,ao descobrir que estava gravida fui fazer um ultr som pra ter ideia de qnto tempo mais ou menos era a gestação ja que estava mestruando normalmente , descobri que estava de 9semanas mas o feto não tinha batimentos cardiacos, era uma gravidez não evolutiva como me informaram.fui ao medico com o exame na mão e le me disse que não havia necessidade de uma curetagem que meu organismo expulsaria.
4 semanas depois e nada ,voltei ao medico e ele me disse pra aguardar mais 2 semanas, de novo nada.
apos 8 semanas tive uma hemorragia abundante com muitas dores e muuuuuuuuuuitos coagulos de sanguea fui ao hospital e me internaram na mesma hora pra curetagem ,tive alta ontem fiquei 3 dias la, passei meu natal la.
Agora sinto muitas dores nas costas ,colicas e um forte sangramento ainda com pequenos coagulos é normal?
Me ajudem por favor.......

Tathiany disse...

Olá gente!!!
Passei pelo mesmo que vcs, tive um aborto retido, descobri com 12 semanas.
A felicidade do primeiro filho virou decepção e tristeza.
Meu colo estava fechado e tive q usar remédios para tentar abri-lo. Internei as 08:30 do dia 23/12/08 e de 04 em 04 horas era introduzido medicamento direto na vagina. Às 19horas a médica foi me ver e disse que o colo não havia dilatado mas pelas dores que eu senti ela mesmo assim resolveu fazer a curetagem.
Fui para o centro cirurgico e tomei anestesia raquidiana. Fiquei insegura por causa da anestesia porque sempre ouvi dizer que era peridural. Não sabia quanto tempo deveria ficar sem me mexer após a cirurgia fiquei quase 5 horas na mesma posição quando entao me mexi.
Senti fortes dores de cabeça, dores nas costas e pouco sangramento. O que mais tem me preocupado é isso, o pós anestesia. Amanhã procurarei o serviço de anestesiologia que me atendeu e verei sobre esses sintomas, ainda não sei com certeza que deu tudo certo mas creio que sim porque nao sinto dores no útero e o sangramento é quase inexistente, a dor de cabeça está sumindo e a dor nas costas deve ser da posição que fiquei por quase 5 horas. Quando tiver resultados mais concretos compartilho com vcs.
Só de dividir meu dilema já me sinto melhor.
Beijo a todas vcs.

Anónimo disse...

Olá meninas, meu nome é Luciana tenho 32 anos e no ultimo dia 20/12 passei por uma curetagem, descobri que meu bebê parou de desenvolver com 7 semanas quando era para eu estar de 9 para 10 semanas, fiquei muito trsite e confesso que choro sozinha, o que será que causa isso?lógico que DEUS tem SUAS razões, mais será que existe alguma outra explicação?realmente é muito triste ter que dar a notícia do aborto, principalmente quandos tantas pessoas ficaram felizes com a notícia da gravidez......humpf..se alguém quiser enviar e-mails o meu é caradeleoa@ig.com.br

Mariana disse...

olá, meu nome é Mariana e tenho 23 anos. Em dezembro de 2008 tive a triste noticia que eu havia perdido meu primeiro bebe com 10 semanas. Eu não sou casada e passava por alguns momentos de nervoso e estresse e por esse motivo e outros perdi meu filhote...eu estava me acostumando com a idéia de ser mãe que era o meu maior sonho. mas Um dia senti uma cólica normal e sangramento...fiquei preocupada e fui ao médico. o pior momento de minha vida foi qdo eu vi o meu bebezinho lá na tela...quietinho sem respirar nem bater seu coraçãozinho...aquela visão jamais sairá da minha cabeça e tenho certeza que eu não desejo aquilo pra ninguém. Hoje eu não tenho muitas pessoas com quem conversar pois elas dizem que já passou...mas passou pra quem???eu fiz uma curetagem, nao tive dor alguma mas meu coração ainda dói muito e tenho que guardar essa dor e fazer de conta que eu esqueci pra poder continuar. Espero um dia poder esquecer tudo isso e poder ter o meu filhote de novo pois é o meu maior sonho...obrigado a todas e eu sei...que não é facil...abraço e que Deus abençoe...

Luciana disse...

Olá meninas..
Meu nome é Luciana e tenho 26 anos, sou casda há 4 anos e meio, E em 10 de dezembro de 2008 com apenas 3 dias de atraso, fiz um teste de farmácia e deu positivo..Meu marido ficou radiante e fizemos um exame de sangue na mesma hora que confirmou o resultado..Já estávamos sonhando com isso há 8 meses.Tudo corria bemcom a gestação e eu não sentia nada: enjôos, indisposição, sono...Até que no dia 08/01/2009 fui fazer uma US e lá descobri que meu bebe havia parado de crescer com 7,5 semanas, eu estava com 8 semanas e 2 dias (aborto retido)...Foi horrível, não imaginava que sentiria tanto!!!Fiz uma curetagem no dia seguinte e não sofri fisicamente, anestesia geral, sem cólicas e sangramento. Saí no dia seguinte pela manhã e na segunda fui ver o meu médico que pediu para esperar dois ciclos,e tentar de novo..
Psicologicamente tenho melhorado a cada dia e agradeço a Deus porque sei q Ele faz sempre o melhor pra nós. Peço a Ele que me sustente e me dê forças para passar por esses momentos, e Ele tem dado. Creio firmemente que foi o melhor pra nós.Em breve estarei tentando de novo...Peçam e Deus que console vcs tb e sucesso nas novas tentativas!!!Meu e_mail é luk_ribeiro@yahoo.com.br. Sucesso!!!

Anónimo disse...

OI,MEU NOME É SUELI.CHEGUEI A ESSA PÁGINA PELO MESMO MOTIVO DE TODAS,OU SEJA,ALGO EM COMUM,ALGUÉM QUE TENHA SOFRIDO O MESMO QUE EU SOFRI.NO DIA 02/01/2009 DESCONFIEI DE MINHA GRAVIDEZ,JÁ TENHO UM FILHO DE 6 ANOS,E NESSE DIA FUI BATER UMA USG E DESCOBRI QUE ESTAVA GRÁVIDA DE 8 PRA 9 SEMANAS, E A NOVIDADE É QUE O EMBRIÃO ESTAVA SEM BATIMENTOS CARDÍACOS.CHOREI MUITO, PORQUE NUNCA VEM ISSO NA NOSSA CABEÇA,A IDÉIA É SEMPRE DE SAÚDE E A ESPERA DE NOVE MESES.MAS DEPOIS ME TRANQUILIZEI, PORQUE DEUS SABE O QUE FAZ.A MÉDICA MANDOU EU IR PARA CASA E ESPERAR UMA SEMANA QUE CORAÇÃO DO FETO IRIA BATER,ACHEI AQUILO RIDÍCULO,SAÍ DELA E FUI A OUTRO ESPECIALISTA, QUE CONCORDOU COMIGO, E AINDA ESCUTEI UM TERCEIRO QUE ME ORIENTOU A FAZER OUTRA USG, MAS NÃO QUIS, QUERIA ACABAR LOGO COM AQUILO.ENTÃO A MÉDICA ME ORIENTOU A TOMAR UM REMÉDIO PARA DESCER E IR PARA CASA,MAS ACHEI QUE SERIA MUITO DOLOROSO E PIOR PSICOLOICAMENTE POIS TERIA QUE DAR UM FIM NO EMBRIÃO CASO DESCESSE INTEIRO, NÃO TERIA CORAGEM DE JOGAR NO VASO MUITO MENOS DE ENTERRÁ-LO,OPTEI NA CURETAGEM MESMO SABENTO DO RISCO DE NÃO SAIR TUDO E TER QUE REPETIR JÁ QUE MEU ÚTERO ETAVA MUITO FECHADO.A CIRURGIA EM SI FOI TRANGUILA,A ANESTEIA FOI A RAQUI, O PÓS OPERATÓRIO NÃO PODIA SER MELHOR, SEM DOR, POUCO SANGRAMENTO...FUI AO MÉDICO 4 DIAS DEPOIS E O COLO AINDA ETAVA FECHADO, O QUE É BOM, BATI OUTRA USG NO DIA 19 E AINDA TEM UM POUCO DE LÍQUIDO,MAS NÃO ACHO QUE SEJA ALGO PREOCUPANTE DE QUALQUER MANEIRA, AMANHÃ DIA 23 TENHO MÉDICO MARCADO PARA MOSRAR ESSA USG E VAMOS VER O QUE ELE DIZ.COMO DISSE, FISICAMENTE NÃO SENTI NADA,TUDO FOI PARA O PSICOLÓGICO,PIOR QUANDO NÃOS E TEM UM APÓIO, ISSO EU NÃO TIVE, NEM DA MINHA MÃE,JÁ QUE NÃO SOU CASADA,E NEM DO PAI DA CRIANÇA, COM QUEM JÁ ESTOU HÁ 9 ANOS E QUE TAMBÉM É O PAI DO MEU FILHO, ISSO É O PIOR DE TUDO,SOFRO AINDA MUITO, MUITA MÁGOA, POR ELE NÃO ESTÁ POR PERTO NAQUELE DIA QUE NÃO VOU CONSEGUI ESQUECER, FOI TUDO TÃO RÁPIDO.AO CONTRÁRIO DE TODAS NÃO PRETENDO ENGRAVIDAR DE NOVO, VOU TOMAR TODOS OS OS CUIDADOS POSSÍVEIS, POIS MINHA OUTRA GRAVIDEZ TAMBÉM TIVE QUE PASSAR PELA REJEIÇÃO DO PAI, ISSO É MUITO MUITO TRISTE, HUMILHANTE, CONSTRAGEDOR.....ACHO QUE JÁ DESABAFEI BASTANTE.OBRIGADA POR ESTE SITE, QUE ALÉM DE PASSAR AS EXPERIÊNCIAS, NÓS NOS DESABAFAMOS.MEU EMAIL É: sula200822@hotmail.com

Jullie disse...

Olá meninas, que bom saber que nao estou sozinha! Meu nome é Jullie, tenho 20 anos, descobri que estava gravida no dia 02/12 nao era uma gravidez planejada mas com certeza estava sendo mto desejada por todos... comecei a ter sangramento no dia 04/12 e ai começou a minha agonia eu estava com 6 semanas de gravidez e ainda nao dava para ver o coração entao nao sabia se estava desenvolvendo ou nao.. fiz alguns exames e nao deu tempo de pegar os resultados no dia 08/12 perdi o meu nenem ... fiz a curetagem foi tudo bem fisicamente... mas o emocional ficou muito fragilizado, sao muitos sentimentos ja me senti frustrada, incapaz... achei que com o passar do tempo iria diminuir.. mas nesses ultimos dias parece que esta tudo pior, as vezes bate a curiosidade de saber o tamanho da barriga, como eu estaria. É muito triste, peço a Deus todos os dias força pra conseguir superar, acredito que essa dor so vai amenizar quando eu engravidar novamente, mas nao sei se vou ter coragem por enquanto..
Bom meninas é isso
Força pra todas

"Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada."
Rm 8.18

quem quiser conversar meu e mail é:jullie.ramiro@gmail.com

Gleide disse...

Olá Pessoal... Meu nome é Gleide e eu, a exemplo de vocês também sofri um aborto espontâneo há 17 longos dias. Me descobri grávida no dia 11/12/2008 e oca (vazia) no dia 13/01/2009. Tenho 38 anos, 2 filhos (uma mocinha de 16 e um rapazinho de 9), e apesar de inesperado, recebemos a notícia com alegria, e acreditem....engravidamos os 04... (eu, meu marido e meus 02 filhos). A festa se armou... Viajamos fazendo planos, projetando sonhos... E de repente... FIM! Quanto as dores físicas, não tenho nada a declarar, por que não as senti. Fiz um procedimento chamado AMIU (Aspiração Manual Intra-Uterina) que substitui a curetagem (é menos agressivo), e você é necessariamente anestesiada (então não vê nada!), mas estou impressionada e decepcionada com o que acontece com o emocional da gente...(Minha familia literalmente despencou!!!!!!!!) Os sentimentos de impotência, desespero, decepção, injustiça, simplesmente tomou conta de nós. Minha decepção se estende quando penso nos comportamentos de pessoas que não passaram por isso e acham que você deve simplesmente virar a página e seguir em frente.Os próprios médicos tratam a questão como apenas um projeto que não deu certo... O difícil é você ter que enfrentar um centro cirúrgico onde há outras mulheres tendo seus bebês e você indo simplesmente para arrancar o seu sonho, morto...de dentro de você. Para mim, tem sido difícil, pois para nós, meu anjinho já era nosso filho e parte integrante e importante da nossa família. E dói, dói muito o coração de MÃE!!!! Fica a sensação de "devolva o que tiraram de mim"... À vocês que já passaram por isso, peço a Deus que nos conforte, nos sustente a cada instante... Pelo que vi, a grande maioria são mulheres novinhas e não DEVEM desistir de seus sonhos, devem cuidar-se para receber seus rebentos fortes, saudáveis e lindos! Afinal, vocês merecem... Um grande beijo e um desejo de um rio de bençãos para a vida de vocês por que DEUS não é homem para mentir. Então se Ele promete, Ele cumpre! Para contato: gleide.santos@gmail.com

milou disse...

Olá moças! Gostaria de saber se alguém sofreu um aborto (com sete semanas de gestação) cujo feto não estava mais em seu ventre, ao fazer o exame da transvaginal. Caso tenha ocorrido, desejo saber que procedimento médico deveria ser indicado e se é preciso realizar a famosa curetagem. Estou no 4ºdia após o triste episórdio. O médico me indicou um BHCG para eliminar a hipótese de gravidez ectópica (mas ainda não fiz), disse que meu útero estava fechado e me passou um Dactil OB de 8 em 8h, no entanto nada de indicar uma curetagem. Gostaria de saber como agir nessa hora. Obrigada pela atenção.

Thaïs disse...

Olá. Tive um aborto retido no início deste ano. Tenho muito a agradecer a este blog, foi por demais importante para me manter tranquila de que tudo era normal e que eu não era a única a passar por tal situação. Não imagina o quanto me ajudou.
Em 19 de janeiro, com 10 semanas de gestação, descobri que o bebê não tinha batimentos cardíacos. A expulsão do embrião era questão de tempo. Mas meu colo do útero estava muito fechado. Seria arriscado me submeter à curetagem, porque seria um procedimento muito invaasivo e eu poderia não conseguir engravidar novamente. A indicação médica foi de que eu esperasse o aborto começar naturalmente. Fiquei 3 semanas aplicando estrogênio, na esperança do processo de expulsão começar. Não começou. Foram as semanas mais difíceis por que passei, porque a placenta continuava a crescer, meu corpo continuava grávido, custava a perceber que o processo não ia prosseguir. Eu não sabia se queria que a vida continuasse em frente ou se me apegava àquele serzinho que não cresceria mais, mas que não queria sair de dentro de mim.
O estrogênio havia amaciado o colo do útero e foi possível marcar a curetagem. Mesmo assim, a médica preferiu começar a expulsão antes do processo cirúrgico. Fui internada pela manhã e a médica me aplicou o citotec. Os sangramentos começaram à uma da tarde. A dor é realmente assustadora. Nesse momento, fui levada ao centro cirúrgico, sedada e deu-se a curetagem. Não precisei de anestesia geral e voltei para casa no dia seguinte. Fiquei mais quinze dias com um sangramento semelhante ao da menstruação e hoje, 5 semanas depois, menstruei de novo. A sensação é muito ambígua. Embora seja bom saber que tudo está funcionando novamente, não consigo esquecer da dor que foi passar por aquilo tudo, da saudade que eu tenho do meu bebê e do medo de acontecer de novo.
Um beijo e, mais uma vez, obrigada pelo blog.
Thaïs
Belo Horizonte/Brasil

Anónimo disse...

Olá, passei por isso a poucos dias, realmente é bom saber que não sou a unica mulher do mundo passar por perda tão dolorosa; gostei de ler os depoimentos e quis colocar o meu.
Já estava com 8 semanas e no dia que iria começar a ver quarto de bebê aconteceu td, foi muito triste mas estou superando e tenho certeza que logo terei outro bebê e será td diferente.
digo a tdas que tenham força e acreditem que deus sabe o faz, por mais dificil que seja aceitar.

Anónimo disse...

Fiz curetagem em janeiro de 2009, foi tudo mto rapido, internei na sexta de manha e no sabado de manha ja estava em casa, nao senti dor alguma, mas a tristeza foi demais, foi minha primeira gravidez, tenho 29 anos e antes tinha feito todos os exames, ja estava tomando acido folico antes de engravidar, mas qdo tem que ser.... o medico disse pra esperar 3 ciclos para engravidar novamente, estou na espera, em maio agora começo a treinar novamente, kkkkk, bjos a todos e sorte a todas nos. FE EM DEUS

Anónimo disse...

Também tive que passar por isso, após dois sangramentos, fiz o primeiro ultrassom e constatou-se que o feto não tinha batimentos cardíacos... Foi muito triste pois era minha primeira gravidez e estavámos muito felizes... passei por uma curetagem, só senti dores de cabeça nada mais... A biblia diz que há tempo para todas as coisas, e que todas as coisas contribuem para o bem daqueles que amam a Deus. Então vamos confiar que o Senhor tem o melhor para todos nós.. afinal Ele é o Deus de todas as coisas. Tudo de Bom pra voces, e creiam que o melhor está por vir.... Eu profetizo toda sorte de bençãos sobre as nossas vidas... Amém!!!!

Anónimo disse...

olá!
eu tambem tive um aborto retido neste ano,nem sabia que eu estava gravida, fiquei sabendo com com 4 semanas e permaneci gravida por apenas 8 semanas e fiz o ultrassom e meu bebê nao tinha batimentos cardiacos então fiz uma curetagem no dia 10/02/2009 nao senti nada pois estava anestesiada, mas eu posso dizer que quando voltei da anestesia senti fortes dores abdominais, me medicaram e no outro dia fui embora...era nosso primeiro bebê, mas sei que Deus sabe todas as coisas e agora estou tentando de novo...mas foi maravilhosamente sentir, nem que por um pouco de tempo o que é ser mãe, e foi um milagre pq por varios motivos eu nao poderia engravidar.. mas Deus é Deus do impossivel e eu creio no milagre novamente em breve...
fiquem com Deus!!!e acreditem milagres sao reais eu sou prova disso!!!

Anónimo disse...

Ola meninas,
Eu passei por uma curetagem ontem. Estava entrando na minha 12 semana de gravidez quando tive um sangramento. Corri para o hospital e lá tive a triste notícia de que o bebê parou de desenvolver com 8 semanas e 5 dias. Acho que esses dois dias foram os mais tristes da minha vida, mas pretendo me recuperar logo e voltar a tentar. Esse blog foi muito bom para mim, vejo que não sou a única mulher do mundo a passar por isso e também concluo qu eé uma situação triste mas normal quando se trata de primeira gravidez.
Espero que todas vocês tenham uma nova gravidez de muito sucesso e muitos filhos! Um grande beijo, Juliana

Anónimo disse...

oi meninas , ah alguns anos passei por esse mesmo processo da curetagem,só que fiquei com uma sequela pois a 5anos parei de mestruar por causa dessa maldita curetagem.me ajudem a encontrar a causa.agradeço desde já. se souberem mais sobre esse assunto enviem para o meu email: anaameliagirl@hotmail.com

Anónimo disse...

Oi, meu nome é Carol. descobri que tenho uma gravidez embrionária, e deverei fazer a curetagem, meu maior medo é ter problemas para engravidar novamente. Estou triste, nem tenho vondade de sair, mas acho que vai passar. Espero que dê tudo certo. O mais difícil esta sendo ver a minha filha de 2 anos e 9 meses falar sobre o irmão que irá nascer. Beijuss.

Anónimo disse...

Oi meninas, tb tive um aborto retido. Tenho 43 anos e ão tenho filhos. Fiz tratamentos de fertilização que não surtiram efeito. Quando já havia desistido do sonho de ser mãe, devido a minha idade, veio a surpresa: estava grávida, sem tratamentos, espontaneamente. A minha felicidade era algo inexplicável. Tudo estava bem, nem enjoar eu enjoei. Minha médica ficou tão feliz quanto eu. Porém, na 10a. semana, comecei a ter um sangramento e fui urgente para o hospital, foi quando a USG acusou que meu bebê estava sem batimentos, e eu tinha um aborto retido há 3 semanas. O mundo acabou para mim. Eu quis morrer tb. Hoje fazem 4 dias desde a curetagem. Fisicamente eu estou ótima. Mas por dentro, eu estou morta, não sinto mais a vida. Sei que era minha 1a e única chance. E eu a perdi..... Bjs

Cida Guerreiro disse...

Estava de 28 semanas, fui no meu obstetra e ele não escutou o coração mas me assegurou que estava tudo bem, como sou deficiente física (cadeirante) ele não me colocou na cama ginecológica e escutou eu sentada na cadeira d rodas e disse que por causa da minha posição e a camada de gordura não conseguiu ouvir o coração.Fiz o meu chá de bebê no dia 19 de abril e no dia 23 de abril fui no hospital tentar ouvir o coração do meu bebê o médico também não ouviu e pediu uma ultrassom.Constatou que o bebê estava sem batimento cardíaco desde as 25 para 26 semanas.Ligaram pro meu Obstetra ele falou que tinha que viajar e que era para eu voltar pra casa e na terça (dia 28/04) voltar no consultório dele para ver o que iria fazer.Então pedi para me internarem lá mesmo e fazerem o procedimento que era induzir ao parto normal.O meu médico nem ligou e nem apareceu sumiu e abriu mão de mim, quem assumiu foi a equipe médica da CASA DE SAÚDE de SANTOS.Me internaram na quinta dia 23/04 e fui ter o bebê no dia 26/04 com parto normal mas a placenta não saiu e me deram anestesia geral e tiraram e fizeram a curetagem Meu bebê o Marco Antônio morreu de ANOXIA INTRA UTERINA. Depois da curetagem eu estava com dor mas era tranquila de ontem pra hoje a dor intensificou e como estava com infecção urinária estou com receio de a bactéria ter ido para o útero. Fui no hospital e apareceu na ultra um conteúdo no meu útero que não sabem dizer se é um coágulo de sangue que pode desmanchar ou algo que restou.Pediram para aguardar e no dia 12 de maio irei na médica que fez o meu parto induzido.Agora é aguardar.Fiquei feliz em encontrar esse blog assim fico mais tranquila.Um abraço a todas!

Ana Caroline disse...

NO dia 25 de abril tive um aborto espontâneo e tive que fazer uma curetagem...
fiquei muito triste apesar de só ter descoberto minha gravidez no dia 22/04/09, foi tudo muito rápido.

Na sexta (24/04/09)a tarde havia ido à GO e fiz uma ultra, e estava tudo bem com o nenem, batimentos perfeitos e tudo mais. porém eu havia comentado com ela que havia sentido umas cólicas desde quinta ela disse que era normal, quando foi umas 11:00 da noite estav com meu noivo (após uma relação) e começei a sentir uma cólica muito forte e fui ao banheiro... foi qd vi que estav sangrando um pouco e pedi que ele me levasse ao hospital, chegando no hospital particular o atendente disse q não poderia me atender pois lá não havia emergência ginecológica então fomos procurar outro hospital ma snesse meio meu sangramento aumentou, fui parar no hospital Leila Diniz onde esperei mais de 4hs para ser atendida e qd fui atendida já estava com hemorragia, desesperada,com muita dor e me tremendo... A GO falou que eu estava espelindo e que teria que fazer uma curetagem. Não senti nada na curetagem pois apaguei com a anestesia porém fiquei 15 dias internada pois descobri que estava com uma infecção urinária...

Foi uma experiência Horrível ainda mais qd fiz uma ultra, após a curetagem e começei a chorar ao ver a tela vazia à minha frente...

Misha disse...

Meninas, tive 3 abortos retidos após um bebê lindo, que se encontra hoje com 3 aninhos. Peço que leiam com atenção e se tiveram essa terrível experiência que não deixem os médicos dizerem que foi melhor assim. Pois eles (os bebês) poderiam ter nascido com algum problema. Nos dois primeiros abortos foi isso que escutei. Nenhum deles propôs exames mais aprofundados sobre o motivo da morte dos bebês (um com 22 semanas, outro com 8 semanas e o último com 7 semanas). Mas este último foi diferente. O médico já desconfiando do problema me pediu vários exames laboratoriais, dentre eles o ANTI-CARDIOPILINA foi aí que descobri que sofro de trombofilia. E a maioria dos ginecologistas não o pede. Só o faz após o terceiro aborto. Quem sobre de trombofilia (a maioria só descobre após abortos de repetição) tem que fazer um tratamento para engravidar.
Espero que tenha ajudado muitas, como eu, que sofreram com a irresponsabilidade de alguns médicos em tentar deduzir os motivos da perda sem se preocupar e nos liberando para engravidar (sem saber da doença) e perdermos nossos bebês.

Bjos a todas e espero ter ajudado.

SAMY disse...

olá meninas!
dia 25 fez 2 meses fiz a curetagem... ao contrário dos depoimentos q vi aki, eu sofri mto fisicamente com o todo o processo. Durante toda a gravidez senti mtas dores, cólicas fortíssimas e dois sangramentos. O 1º mês foi o + tranquilo, apesar do enjoo e da sonolência. Os 2 meses q seguiram foram d mto sofrimento e repouso absoluto. Aos 3,5 meses tive q fazer a curetagem, pois o bb tinha parado d desenvolver no 1º mês. Internei na tarde do dia 25/03 para fazer o procedimento. Foi horrível...a enfermeira me deu dois comprimidos intravaginais q iriam atuar causando as contrações para ajudar na dilatação. Sofri d+...20 min dpois começaram as dores fortes seguida d diarréia e sangramento intenso. Só dpois d 1 hora é q eu fui levada p/ o centro cirúrgico, sentindo TODAS as dores do parto. Acordei assim q acabou a curetagem, com fortes dores e uma descompensação cardíaca com queda d pressão (mas graças à Deus nao foi nada grave). me deram um coquetel d remédios na veia p/ controlar a situação e horas dpois eu ja estava bem e com mta fome... Saí do hospital às 22:00. Infelizmente ainda senti cólicas fortes e tive mto sangramento por quase duas semanas. Não entendo pq tive q sofrer tanto, mas hj estou bem...só que as vezes fico mto triste e angustiada aparentemente sem motivo. Não ligo isso ao fato d ter abortado, mas tbm não posso fingir q nada aconteceu, afinal tudo em mim mudou: o corpo, a forma d pensar e encarar as coisas... Sei q tdo isso mecheu mto comigo, era a minha 1ª gravidez (dpois d 2 anos d tentativa. eu tinha as 2 trompas obstruídas, mas fui agraciada, apesar d tudo, com esse milagre da gravidez!)Agora não vejo a hora d engravidar d novo!!!

Nanda disse...

Gostari de saber depois que se faz a coretagem quanto tempo demora para voltar a mestruar?
Fiz a 1 mes atras e tive um sangramento uns 5 dias,daqui a quanto tempo devo voltar a mestruar?

chris disse...

Ainda estou fragilizada, pois meu sonho de ser mãe acabou no dia 16 de junho, ao fazer o ultrassom, não se auscultou os batimentos cardíacos do bebê, ainda no mesmo dia fiz outro exame com um aparelho mais sofisticado, mas o resultado foi o mesmo.Estava com 10 semanas de gestação e o tamanho do feto não estava compatível, estava bem menor. Alguns dias antes tive um leve sangramento e cólicas, as quais se confundem com intestinais; imaginei que algo não estava bem, e, realmente não estava.Tenho 37 anos e este seria o meu primeiro filho. Por causa da minha idade morro de medo de engravidar e acontecer tudo novamente ou de simplesmente não conseguir mais engravidar.Desiludida a única saída, segunda a minha GO era a curetagem, que foi marcada ontem, 18 de junho, às 8:00h. Foi tranquilo, tomei anestesia geral, às 10:30h já estava no quarto e às 18:00h já estava em casa. Estou tendo sangramento, porém pouco intenso, começando a ter cólicas, mas a GO me alertou sobre estes sintomas. Estou tomando Cefalexina (antibiótico), Methergin(p/ evitar hemorragias) e Ponstan (p/ cólicas). "Não existe esquecimento total: as pegadas na alma são indestrutíveis."

Anónimo disse...

Olá meninas! Sou casada a 4 anos, nos planejamos muito para este momento, tive 2 abortos, o primeiro em janeiro 2009 um Aborto Espontâneo com 6 semanas, sofri muito sangrei muito, e a placenta saiu normalmente após muita cólica, mas mesmo assim fiz curetagem, sangrei por mais uns 10 dias, fiquei um dia em casa em repouso e voltei a trabalhar (foi muito traumatizante).
Após isso em Fevereiro troquei de médico e fiz todos os exames, estava super saudavel, engravidei novamente 3 meses depois após o aborto, escutei o coraçaozinho com 6 semanas, quando voltei para uma consulta de rotinha com 9 semanas o feto náo tinha mais batimentos, ele tinha morrido 2 diaS antes.. desta vez tive um Aborto Retido fiz novamente curetagem junho/2009, desta vez tive sangramento apenas no primeiro dia e náo estou tomando nenhum tipo de remédio e náo estou sentindo dores.. muito diferente da outra vez.
Ainda náo sei oq aconteceu o pq do aborto... vou ver o resultado da patologia, e agora recomeçar do zero. Não é facil!!
Mas vamos ter força, é confortante saber que isso não ocorre só com a gente.

Anónimo disse...

Olá tenho 30 anos em março deste ano descobri que estava grávida, que alegria, era o meu maior sonho, a primeiro ultra-som deu tudo normal, após uma semana deste ultra-som, começaram os problemas tive sangramento, meu medico pediu repouso absoluto. Segui a risca, nem pentear meus cabelos eu fazia, um mês depois fiz uma nova ultra-som lá estava meu bebê lindo e maravilhoso, muito sapeca, coração batendo forte, graças a Deus. No dia 08 de junho fiz um novo ultra-som já com quase 17° semana para ver o sexo era MENINA iria se chamar de Sophia Vitória nossa nem acreditava, no outro dia começaram os problemas primeiro foi um sangramento e cólicas, fiz uma nova ultra-som a neném tava bem mais tive que fazer repouso, fui ao meu medico no outro dia ele disse que eu tinha útero incompetente e teria que fazer uma ciclagem, ele pediu urgência nesse procedimento que seria uma "costura" no colo do útero, perguntei se havia risco de aborto me disse que não, pediu repouso e estaríamos fazendo o procedimento na próxima semana entre os dias 16 e 17, mas no dia 14/06 de madrugada meu sonho acabou, minha bolsa rompeu e entre em trabalho de parto. Corri para o hospital pensei que pudesse fazer algo, o medico (um tremendo filho da mãe) me examinou e disse que tava tendo um aborto depois disso ainda colocou-me para ouvir o batimentos cardíacos da minha filinha me senti impotente pois sabia que ela não iria sobreviver pois era muito pequena afinal ela tinha 18 semanas e estava com 20 cm e 200 gramas. Tive que fazer uma curetagem, pois a placenta não saiu. Dores físicas não tive graças a Deus, mais o meu emocional ficou dilacerado, ainda tive que ver meus seios cheios de leite, sem ter um bebê para amamentar. Hoje com quase duas semanas estou me recuperando devagarzinho penso nela sempre. Eu sei que o meu relato e diferente das situações aqui citadas mas foi o jeito de desabafar...Quem quiser conversar comigo: turista_2.8@hotmail.com. beijos que Deus abençoe a todos.

Josy disse...

Eu Também tive um aborto retido, nossa que sensação horrivel doi muito muito mesmo.
Fiquei sabendo quarta feira dia 17/06 que meu bebe não tinha mais batimentos ai me desesperei levei o exame para minha gineco e ela me aconselhou fazer curetagem ai fiz na sexta feira dia 19/06 fiquei o dia todo no hospital que horror, nao tive dor fisica só emocional, até hj olho minhas colegas gravidas me doi muito por dentro mais tenho que ter fé em Deus que vou me recuperar e vou conseguir ter meu bebe nos braços.
Obrigada por vcs fazerm parte de nossas vidas assim podemos conversar e desabafar...
Vamos todas se unir e ter fé que tudo vai se superar.
Meu email josyns@yahoo.com.br

Beijos a todas Que Deus nos abençoe!!!

Josy disse...

Ah não disse de quantas semanas estava nas minhas contas estava de 10 semanas só que o bebezinho estava sem batimentos com 8 semanas e 5 dias. fiquei sabendo porque deu um pouquinho de sangramento.

Bjus

Rosana disse...

Olá, meu nome é Rosana.
No dia 08/07/09 fui fazer um ultassom de 12 semanas e descobri que meu bebê estava sem batimentos cardíaco. Fiquei em estado de choque e no dia seguinte procurei uma maternidade e fiquei internada e só no dia 10/07 fiz curetagem.
Estou muito abalada e não quero voltar a trabalhar.
Essa seria minha segunda gravidez e estavamos muito felizes.
Meu marido não quer tentar ter outro filho, porque esse é meu segundo aborto e isso me deixa pior.
Ainda sinto dor e tenho sangramento. Vou procurar meu médico amanhã porque estou preocupada.
Espero ter forças prá seguir minha vida, mas no momento estou completamente arrasada e deprimida.
Boa sorte para todas e torço pela nossa superação.

Anónimo disse...

Tambem sofri um aborto retido...Em 25/07 fui no hospital por notar uma manchinha rosada no papel qdo me limpei, o medico disse q nao era nada e pedi par aver meu bb ele solicitou o ultrasom q deu ausencia de batimentos.....Estava de 12 semanas mas o bb de 9..Tive q ficar inbternada do dia 25 ao dia 27 onde foi realizada a curetagem, foi colocado akele remedio (cytotec) horrivel varias vezes ao dia, senti mta colica e nao saiu um pingo de sangue...Tenho 24 anos e era meu 1° bb. Deixei o berçinho montado e estou esperando os 3 meses q a medica pediu...Hj fazem exatamente30 dias da curetagem....Mas estou bem e animada para tentar novamente..
Fiquem todas com deus
msn: fefeserra@hotmail.com

Fabi disse...

Olá meninas..boa noite. Meu nome é Fabiana, tenho 28 anos e era minha primeira gravidez.Estava na net a procura de algumas respostas pelo que aconteceu comigo.E achei esse blog.Tive um aborto retido.Estava com 10 semanas. Descobri em uma consulta de pré-natal normal qeu aconteceu recentemente no dia 24/07/09. Qdo fui fazer o ultrassom ..o médico me deu a infeliz notícia. Meu chão abriu e eu cai nele, foi horrível, meu marido me acompanhava..ficamos sem saber o que fazer, o que falar, como agir. Meu médico foi muito atencioso e nos acalmou..nos explicou o que tinha ocorrido. É muito difícil de aceitar. É uma dor sem tamanho.Fui indicada a fazer a curetagem, tive as explicações e decidi a fazer. Descobri na sexta dia 24/07 e fiz a curetagem no dia 27/07/09.Estava com muito medo. Tomei anestesia geral e dormi..não vi o procedimento..mas acordei logo que acabou.Já acordeis em efeito da anestesia..me sentindo muito bem..fiquei o dia todo no hospital e no final da tarde recebi alta. Fui pra casa e estou mantendo repouso até hj.O médico me pediu que não abusasse por enquanto e ficasse mais parada..sem exageros. Agora estou aguardando o resultado da biópsia do material retirado do meu útero pra saber realmente se teve algo que ocasionou o aborto.Tenho fé em DEUS que estará tudo bem e que em breve eu possa engravidar novamente.S alguém quiser corresponder comigo, meu email é: fabikatilanga@yahoo.com.br.
Um gande abraço pra todas!

Anónimo disse...

Acabei de passar por uma curetagem por sofrer um aborto retido (embrião ou feto morto).Estava com 10 semanas (quase 2 meses e meio), qdo descobriram q meu embrião nunca teve batimento cardiaco e nao passou do desenvolvimento compativel com 1 mês de vida.Ele havia apenas 4 milimetros.Sofri mto, tive mtas dores, colicas intensas e um grande sangramento. Existem médicos q discordam qdo o assunto é aborto retido, pq eles desconfiam de 2 possibilidades: uma de aborto provocado e a outra a de placenta baixa. A 1ª pode ser claramente visualizada no ultrason transvaginal,já q as lacerações do aborto indizido são visíveis.A 2ªpossibilidade de placenta baixa é a q causa mais discordância.Contudo com até 6 semanas é necessário detectar batimento cardiaco no embrião.Este foi meu caso,nao havia sinal de vida e nem de desenvolvimento,até q os médicos concordassem com o diagnóstico de aborto retido, foi mto sofrimento na internação.Mas, hj dp de tanta dor e desespero, estou me recuperando em casa, pois sofri a cirurgia ontem (05/08/2009, às 15h). Sai do hospital c/as seguintes orientações:
*Não pegar peso;
*Abstinência sexual de 45 dias;
*Utilizar métiodos preventivo junto c/o parceiro, pq nao é recomendável outra gravidez nos próximos 2 anos;
*Alimentação leve (sem gorduras);
*Ir a cusulta de revisão com o ginecologista;
*E principalmente, ao menor sinal de febre retornar a unidade de saúde.
Obrigada pela oportunidade de dividir essa experiência difícil c/vcs, e espero q tenha ajudado alguém.
PHABIANA

Anónimo disse...

Por quanto tempo dura o sangramento depois de uma AMIU?

Anónimo disse...

Boa noite meninas!
Em maio de 2008 descobri que estava grávida. Depois de 15 dias fiz a US e descobri que eram gêmeos, minha primeira gravidez. Mas desde o início me sentia angustiada, não sei explicar. Na nona semana senti os seios desinchando, comentei com meu marido. Na décima primeira semana, fui fazer a Translucência Nucal e descobri que os bebês haviam morrido. Tive um aborto retido e fiz curetagem. Tudo correu bem no procedimento. Decidimos esperar um tempo para tentarmos de novo. Percebi que depois da cirurgia, eu sinto dores nas costas e no baixo ventre uma semana antes de menstruar e às vezes depois da menstruação também. À partir de março deste ano paramos de evitar, mas é muito difícil controlar a ansiedade. Ainda choro bastante, escondida e me sinto apavorada em pensar que talvez não possa engravidar.Fiz todos os exames e a médica disse que está tudo ok e que não tive aborto e sim óbito embrionário. O material foi analisado e a placenta também, nada de anormal foi detectado. Só a gente que passa, sabe como é difícil. Neste mês que passou fez um ano que perdi os gêmeos. Espero que todas nós possamos realizar este sonho.
Um grande beijo para todas e boa sorte!

Fernandinha Anjinha disse...

Infelizmente sei o que todas passaram , pois acabei de ter um aborto retido com 2 meses e meio de gestação.... Simpelsmente os batimentos cardíacos pararam...Fiquei sem chão! Que dor... Sei que terei outra gestãção, mas nunca me esquecerei que perdi o meu 1º bebê! É uma dor infinita! Que vazio! Mas força em Deus Pai! Fiz a curetagem na 2ª feira, dia 10/08/09, pois ficaram restos (apesar de aguardar pela eliminação em 2 semanas e de ter expelido muita coisa).. tomei a ráqui... que sofrimento! Mas força para todas... Não desistam por nada, nós ouviremos muitas coisas negativas, ruins, maldades, etc, mas Deus cuidou e cuidará de todas nós... Minha médica disse que após 7 dias de abstinência sexual a vida é normal... que cada mulher tem o seu ciclo e não existe prazo certo para tentativas.. cada um de acordo com o seu corpo... Paar quem engarvidou de novo: PARABÉNS! e paar quem continua na luta: FORÇA E SUCESSO EM BREVE! Muita fé nos fará vitoriosas! Abraços - Fernandinha

mineirinha disse...

Há 5 anos eu tive um aborto expontaneo,já estava sendo expulso pelo meu proprio organismo,mas, o médico fez a curetagem.A partir dessa data eu tenho enxaquecas durante o período menstrual,fora a dor que senti muito para fazer a curetagem.agora se passaram 5 anos,eu estava grávida de l0 semanas,toda entusiamada para fazer o primeiro US,não havia batimemntos cardiacos, eu tb não senti nada,não tive perda de sangue.Estou com feto há 15 dias no meu corpo.Isso dói muito pq.mimha barriga ainda mostra sinal de gravidez,sinto enjoos.Estou pedindo muito a Deus para não ter que fazer a curetagem.Gostaria de saber existe algum chá que pódemos beber para ajudar expulsar o feto? E isso!...

Anónimo disse...

Olá,me chamo Débora e tenho 24 anos.Tb passei por essa experiência de um aborto espontâneo dia 14/08 e dia 18/08 tive q fazer uma curetagem!Tive q tomar medicamentos para dilatar o colo do útero,senti muitas dores,mais no centro cirurgico ocorreu tudo bem! Dia 19/08 tive alta e graças a Deus estou bem,ñ estou sentindo dores e nem to tendo sangramento,amanhã vou fazer uma US pra vê se está tudo normal!! Posto aki pra vcs!!! Bjss

Anónimo disse...

MEU NOME É RUANI, TENHO 21 ANOS E NÃO SABIA QUE ESTAVA GRAVIDA, SO FUI DESCOBRIR QUANDO COMEÇEI A SANGRAR E SENTIR CÓLICAS, LOGO FUI PARA O HOSPITAL ONDE TIVE QUE FAZER ALGUNS EXAMES ETRE ELES DE SANGUE E A TRANSVAGINAL O QUE ME DEU O RESULTADO DE QUE TIHA SOFRIDO UM ABORTO E TERIA QUE FAZER UMA CURETAGEM PARA TIRAR O QUE TINHA SOBRADO NO MEU UTERO, FIZ A CURETAGEM NA QUAL NÕ SENTI NADA POIS DURMIR COM O EFEITO DA ANESTESIA, NO DIA SEGUINTE RECEBI ALTA E NÃO SENTI DOR NENHUMA PENAS UM SANGRAMENTO QUE DUROU POR 1 SEMANA.

Anónimo disse...

olá , meu nome é Paula e espero com esse meu depoimento ajudar alguém que sofre com esse problema do aborto retido.tenho 34 anos e essa semana passei por aquilo que eu mais tinha medo de acontecer novamente, uma curetagem, no ano passado engravidei e para minha grande decepção a gravidez não evoluiu, sofri horrores com essa notícia tive que fazer curetagem , demorei um tempo para me recompor , mas passado um ano resolvi tentar de novo e qual foi a minha surpresa a gravidez não evoluiu novamente, esperei por quase trinta dias pra ver se meu corpo resolvia sozinho , mas não teve jeito essa semana fiz uma nova curetagem e foi tudo muito tranquilo, sem dor física, mas a emocional não tem jeito.saí do hospital super bem , sem sangramento algum, por isso se alguma de vcs for passar por esse procedimento não precisa ficar com medo, é tudo muito tranquilo. AGORA O QUE QUERO É SÓ ESFRIAR MINHA CABEÇA E LEVAR MINHA VIDA PRA FRENTE. FORÇA A TODAS.

tati disse...

ola,me chamo tati,fiz uma coretagem dia 18/09 e meu emocional esta bem abalado,estava de 8 semanas e 6 dias e o meu saco gestacional estava sem o embriao fiquei muito triste meu medico falou que se tratava de gravidez que eles chamam de ovo cego,comecei com sangramento,depois com contracoes fortes ate meu medico chegar na maternidade e fazer a coretagem,amigas e pra ajudar deu reacao em mim da anestesia(raqui)voltei novamente para a maternidade dia 21/09 para fazer o selo de sangue(coloca sangue do braco nas costa onde aplica a anestesia)estou tentando superar tudo isso!bjss e obrigado quem deixou mensagem e fiquem com DEUS!

Anónimo disse...

Meninas,
ontem eu fiz a ultra, estou com 8 semanas e descobri que o embrião não se desenvolveu. Na verdade começou e depois parou. Fiquei triste mas já estava me preparando psicologicamente pois quando fiz a ultra de 5 semanas estava meio esquisito, então a médica já tinha me alertado desta possibilidade. O que me deixa na dúvida é decidir se faço a curetagem ou espero o aborto espontâneo. Mas estou indo viajar no dia 13 então não quero me submeter a uma intervenção cirúrgica, por isso decidi esperar até eu voltar daqui a 10 dias. Se não houver o aborto espontâneo até eu voltar, então farei a curetagem.
O que vocês acham? É uma decisão bem difícil...
Boa sorte para todas! Com carinho...

Vania disse...

Olá!!!
Assim como muitas de vcs, eu também tive um aborto retido, com o diagnóstico de gestação anembrionária, ou ovo cego.
Foi o pior dia da minha vida. Eu e meu marido acordamos felizes e fomos comprar o DVD para gravarmos o primeiro ultrassom do nosso desejado primeiro filho!
Chegamos ao hospital ansiosos por ouvir seu coraçãozinho e na espera, ficamos em frente ao berçário, observando os bebezinhos recém-nascidos e sonhando com o nosso.
A médica que realizou o exame foi muito atenciosa, mas a tristeza de ver um saco gestacional vazio não se compara a nada que eu já tenha vivido em toda a minha vida.
Eu estava com 7 semanas e meu médico optou por não fazer a curetagem.
Esperei 1 semana, mas o sangramento não aconteceu,e como eu estava muito abalada emocionalmente, resolvemos fazer a curetagem com outra médica.
Ela foi um presente de Deus em nossas vidas e nos falou do AMIU, um procedimento muito menos agressivo, pois ao invés de raspar, eles aspiram o conteúdo com uma cânula bem fininha.
Aconselho a quem está em dúvida fazer esse procedimento. É muito tranquilo, não tive dor e não precisei tomar anestesia geral, somente uma sedação.
Mandamos o material para análise e descobrimos que era uma meninina com 47 cromossomos, ou seja, um a mais que o normal, o que resultaria em uma síndrome.
O que posso dizer a todas é que Deus tem sempre o melhor para nós, ainda que não enxerguemos no momento.
É Ele quem dá e Ele quem tira, segundo seus propósitos.
Nosso trabalho é entregar e confiar, e é isso que tenho feito.
Mas que dói, dói.
Um grande beijo a todas.
Meus e-mails para contato: vanianegri@bol.com.br, vvnegri18@hotmail.com

Anónimo disse...

olá, por incrivel que pareça, só ao fim de 8 meses é que consigo ler estes blogs. Eu passei pelas duas fases na mesma semana, primeiro os comprimidos, vaginais. Horrível....estava de 7 semanas, aborto retido desde das 2 semanas de gravidez. Tinha todos os sintomas possíveis de gravidez! Comprimidos parecia que estava a tomar um remedio para me matar a mim mesma, medo de sangrar a noite toda, medo de ver algo na wc que não queria. No dia seguinte o médico diz que tem de fazer a corretagem os comprimidos não deitaram tudo fora, realmente só sangrei 3 horas, mas foi como tivesse a ter um parto, doia-me os rins, ao ínicio ate pensei, rebentaram as águas, porque senti um alívio. Quando se abre a garraga de vinho, aquele som! PUFF!
Curretagem MIl vezes melhor, não tive dores, a pessoa é bem tratada, levantei me no mesmo dia. A pessoa esta segura que está tudo bem, que estamos vivas. O pior é o que se tem de ouvir nessa noite nos corredores. Os médicos não nos deviam por nos mesmo corredores que as salas de parto, muito menos acordar com uma cama de bebe ao nosso lado. Procurei por ele nos lençois do berço. Bolas não consigo escrever mais. Curretagem dor psicologica, nada fisico, doi mais tirar um dente. Comprimidos, dor física e psicologica.

Anónimo disse...

acabei de fazer um entrei no hospital ontem as 16:00 e a medica marcou para as 20:00 ate3 o tempo da alimentação que eu tinha feito perde o efeito por que tinha que ficar 8:00 sem comer e beber e fui para sala para fazer minha curetagem cheguei la me colocacaram no soro e aplicaram no proprio soro um calmante que so deu tempo de perguntar o que era o que estava colocando depois ja estava na enfermaria esperando minha alta sai de lar sem dor sem nada parecia que fui so passa uma noite no hospital não vi e nem senti nada o que aconteceu.

Anónimo disse...

ola a todas meu nome é juliana e tenho 19 anos;sou casada a 3 e tentavamos a 1 ano ter nosso filho;ate entao veio o tao sonhado positivo;estava pelas minhas contas de 9 semanas quando começou um corrimento tipo borra de cafe e corri para a maternidade na quarta e me disseram que o que tinha foi deslocamento de placenta;o medico me deu descanso absoluto por 10 dias para retornar e faser a US mais infelizmente voltei na sexta ja com a noticia que meu bebe estava morto sem tempo de espera me fizeram a curetagem nao doeu nada foi tudo muito rapido;acordei a horas depois voltei para casa apenas com a dor psicologica que infelizmente nao existe remedio a nao ser o tempo
DEUS SABE TUDO QUE FAZ so nos resta ter FE nele sempre.

Anónimo disse...

OI, tenho 22 anos e fiz uma cureta recentemente pois meu bebe não se desenvolveu... não sentir dor fisicamente a unica dor que vir a sentir foi a perda do meu 1 filho...
até agora akela cena de sangue na suite de minha mãe não me saem da cabeça... estou bem fisicamente fikei internada por cinco dias, fiz a cureta e no outro dia fui pra casa, mas estou em absoluto repouso... o medo agora é de engravidar e repetir tudo outra vez

adriana disse...

Olá...sou mãe de 2 lindos meninos, um de 5 outro de 8 anos. Em Outubro deste ano, descobri que estava grávida do meu noivo com quem ia me casar em Novembro.Ficamos extasiados! Ele era meu amor de infância e nada poderia me parecer mais encantador. Qnd fizemos a 1ª US, o m´dico estranhou não ter conseguido ver o feto, mas estava com 5 semanas e ele achou que na proxima veria. 2 semanas depois fiz outra US e o feto ainda não foi visto. Havia uma pequena mancha no saco gestacional.O médico começou a pensar na possibilidade de aborto retido e não acreditei. Tive 2 gestações tumultuadas, e agora que era tudo lindo acontece isso? No dia 11 de Novembro fiz a minha curetagem. O feto não tinha batimento cardíaco e o tamanho não era compatível com 8 semanas, o tempo que eu estava.Fiquei arrasada!Estou arrasada.Não entendo o motivo,já que já tive 2 filhos.Meu marido é um anjo. Casamos dia 14 de Novembro,e ele está sendo muito compreensível, companheiro, amigo...ele tbm está arrasado, eu sei disso,mas não fala nada, sofre em silêncio.Não sei qnd poderemos ter relações nem tentar de novo. Amanhã irei ao médico.Tenho mt medo de tentar de novo. Não sei se suportarei essa dor de novo.Escrevo hj aki para tentar desabafar e ver se a dor diminue um pouco,pois é enlouquecedor...

adriana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
adriana disse...

Ahh..esqueci de dizer:
Em relação a curetagem não senti absolutamente nada. Fui para o centro cirúrgico as 10 da manha e eles me deram anestesia no soro. Fui para o quarto com pouquissimo sangramento e sem dor nenhuma. Fui embora antes das 5 da tarde.
Menstruei no dia 17/11 e durou um pouco mais que o normal.
Dor física nenhuma, nenhum incômodo, só mesmo a sensação estranha e torta de ainda não ter caído a ficha da ausência do bebê....

Anónimo disse...

Olá, meu nome é Carolina. Estava com 24 semanas de gravidez quando senti que o bebê havia parado de mexer. Era uma menina! Fui ao médico e tive a notícia de aborto retido. Pelo tempo de gestação e o tamanho que ela estava eu tive que fazer o parto. A dor é intensa, mas a psicológica é pior! Logo depois do parto fui para a sala de cirurgia fazer a curetagem, para limpar tudo por dentro. Não senti nada na curetagem. Para todas que passaram por situações parecidas o meu muito obrigada por partilhar... Me sinto melhor sabendo da força de todas e dos sonhos que foram realizados depois desta dor! Ainda sofro muito, a barriga já estava grandinha, é difícil acostumar com a ausência! Mas como li vários depoimentos aqui crio forças para seguir em frente e esperar o dia que minha filha virá para ficar! Boa sorte para todas!

Kátia disse...

Tenho 45 anos e em março descobri que estava grávida.
Tenho 4 meninos com idades entre 19 e 3 anos. O mais velho e o caçula são biológicos e os do meio são adotados.
A gravidez do caçula já foi um milagre porque tenho ovários policísticos e por mais que tenha tentado engravidar antes não conseguia.
A última gravidez então depois de 2 anos parecia outro milagre, pois eu além de todos as dificuldades que tinha para engravidar eu ainda amamentava o caçula.
No dia 20 de março tive um sangramento forte logo depois que amamentei e achei que havia perdido o bebe, mais depois de fazer a eco pude ver que estava tudo bem com ele e até ouvir seu coraçãozinho.
Voltei pra casa e fiquei em repouso. O sangramento passou e fiquei feliz acreditando estar tudo bem. Mas em abril, quando fui fazer outra eco o médico disse que o coraçãozinho do bebe havia parado de bater na 10 semana. Foi horrível ver aquele bebezinho todo formado sem movimento.
Esperei por uma semana e então fiz a curetagem. Tomei anestesia geral. A única dor que senti foi na alma.
Hoje ainda penso que era para meu bebe estar com dois meses. Será que se eu não estivesse amamentando eu teria evitado o sangramento? Será que esse foi o motivo do bebe ter morrido? Depois de saber da gravidez o meu médico havia me dado 1 mês de prazo para desmamar o caçula. Nas gestações anteriores eu não havia tido nenhum problema.
Como eu poderia saber?
Essa dúvida irá me acompanhar sempre assim como a dor que sinto quando lembro do ocorrido.
Esse blog me ajudou muito pois lendo os depoimentos não me senti tão só.

Gislaine disse...

Tenho o mesmo sentimento de todas, pois eu eu e meu esposo estávamos a um ano tentando engravidar e no dia 21/12/2009, veio a noticia que estamos gravidos....um especial presente de natal para nós...Porém no dia 09/01/2010 comecei a sentir terríveis cólicas e também um pequeno sangramento, como uma borra de café. Durante a madrugada as dores aumentaram e o sangramento também. Fomos para o hospital e o médico nos deu a terrível notícia que nosso bebê havia parado de se desenvolver com 8 semanas, já estava a quase duas semanas sem vida. Perdi o chão, todos os senhos e planos , perderam o sentido...Tive que fazer curetagem devido a dor sentida. Não senti nada, porém hoje, 5 dias depois as cólicas voltaram e o sangramento também, acredito que seja normal.
A todas que estão passando por isso, muita coragem e que deus abençoe a todas...

Anónimo disse...

Olá! Eu me chamo Lia e li quase todos os comentários expostos no blogger. Sou mais uma a viver a dor de um aborto. Quando fiz a minha primeira ultrassonografia a médica já desconfiou da possibilidade de um aborto pelo tamanho do embrrião e a falta de batimentos. Pediu que eu voltasse 1 semana para ter certeza, quando confirmou o aborto retido. Esperei em torno de 10 dias tomando medicação para estimular o sangramento espontâneo e evitar uma possível curetagem. Mas, infelizmente o sangramento não aconteceu, muito provavelmente pela dor psicoógica que vinha sofrendo. Sexta passada fui submetida à curetagem, sob anestesia. Não sofri absolutamente nada e voltei no mesmo dia pra casa. O médico me deu 1 dia de repouso, mas aproveitei o final de semana pra descansar bem. A dor maior é o sofrimento que esta experiência nos proporciona, mas eu espero tirar o maior proveito disso para amadurecer enquanto humana. Deus quer me ver mais forte, mais humana e mais mulher e, para isso, tive que viver esses dias de muita dor. Sei que não está sendo por acaso!!!
Deus abençôe a todas nós!!!

Anónimo disse...

Dizem que sempre após uma noticia ruim vem uma boa... descobri que estava grávida alguns dias antes do natal de 2009, dias após a triste noticia ddo falecimento de meu sogro. Meu marido ficou radiante, a tristeza que envolvia de coração foi tomada por alegria e assim foi com toda família. Já sou mãe de 2 crianças, mas juntos não temos filhos. No dia 25 de janeiro (aniv de SP) felizes e com aproximadamente 9 semanas de gestação, compramos o DVD para gravar o ultrassom e recebemos a trise noticia que nosso bebezinho parou de se desenvolver com 6 semanas e alguns dias... tiraram meu chão, meu teto desabou... no mesmo momento eu optei por fazer a curetagem... embora eu já o sentisse meu ou minha filha, não queria um bebê morto dentro de mim. Me internei mesmo dia, a espera pelo procedimento parecia longa demais, os minutos não passavam... e o mais doloroso de tudo foi estar juntos com gravidas felizes, bebes nascendo, chorinhos audiveis das salas proximas... e eu ali sentindo um vazio enorme. Hoje apenas um dia após o procedimento, sinto poucas dores fisicas, mas emocionais... todas possiveis de se imaginar, queria muito este bebê, a força encontro na família e principalmente em meu marido que embora muito abalado, sempre está ao meu lado. Tentar de novo? Passa por minha cabeça sim... o medo vem junto... já vou fazer 37 anos e meus óvulos fazem aniversário comigo...
Entrego então nas mãos de Deus... a Ele tudo pertence... Afinal depois de uma noticia ruim, sempre vem uma boa...

gabriela disse...

bom, estou sofrendo muito com a perca do meu bebê, eu e o meu marido estavamos tão felizes, quando fui fazer minha 2° U.S o médico viu uma anormalidade em meu bb e pediu que eu retornasse ao hopital em 5 dias, quando voltei ouvir a triste noticia que o meu feto com aproximadamente 20 semanas estava morto. Chorei muito, fui para o hospital, me introduziram remedios, o feto saiu e eu não precisei fazer curetagem. mas a minha dor é muito grande e intensa, eu sinto que perdir um pedaço de dentro de mim. Ate agora depois de 4 dias do ocorrido estou em lagrimas, tudo me lembra a minha filha que eu perdir, escrevo com os olhos cheios de lagrimas, estou muito abalada, nunca vou esquecer e nem vou parar de sentir uma dor intensa no meu peito, só sei que um dia irei me acostumar com essa grande perda.

GABRIELA disse...

CONTINUANDO...
e para minha tristeza, vou ficar sema minha princesa, amanhã, dia do meu aniversario.

Anónimo disse...

Eu fiquei muito chateada quando soube que pela tercceira vez meu bebê estava sem batimentos.....Eu tive 3 abortos retidos;e tive que fazer cureatagem todas as vez....,sendo que a útima aconteceu a 3 mêses,e ainda para piorar A SITUAÇÃO não mestruei até hoje.Peço que me ajudem...,É normal não mestuar a tanto tempo?E se tem alguém que teve 3 abortos retidos assim como eu?POR FAVOR ReSPODAM.....

Viviane disse...

Eu também tive três abortos retidos,e fiz a curetagem.É muito triste todas as vezes só fui até sete semanas,o coração para de bater, eu não sinto nada só fico sabendo na ultra.Agora tenho até medo de ficar gravida novamente.Eu e meu marido vamos ter que procurar um geneticista pra ver isso...
Se tem alguem que passou pelo que eu já passei e consegui ter um bebe......

vanira disse...

MEU NOME É VANIRA TENHO 35 ANO, RECENTEMENTE EU ABORTEI COM 7 SEMANAS O BEBE JA ESTAVA MORTO. EU COMECEI A SENTI DORES MUITO FORTE ,SANGRE MUITO TIVE HEMORRAGIA QUASE EU MORRO. FOI AGORA NO DIA 02/02/2010 TO ME RECUPERANTO. BEIJOS

Anónimo disse...

Oi, tenho 30 anos e engravidei pela primeira vez de gemeos sem tratamento nenhum, nem na minha familia e nem na do meu esposo tem casos de gemeos...quando soube que estava gravida foi através de um sangramento intesso, pensei que seria mestruação pois foi na data esperada para ela. Era feriado de final de ano achar um medico era muito dificil então esperei pra o dia 05/01/10 e me consultei a Dra. disse que provavelmente o meu caso era de aborto...fiquei muito atonita...fui no mesmo dia fazer uma ultrason de constatou que estava realmente gravida de gemeos e não havia abortado mais era de alto risco...foi muita coisa em pouco tempo para mim...o pior que eu não parei de sangrar...uma semana depois a noticia que um havia abortado... sengrei mais ou menos uns 20 dias( nos primeiros dias sangue intensso e depois com uma borra escura)
minha extrutara emocional veio abaixo fique sem trabalhar 25 dias e de repouso, fazia ultrason toda semana e na 6 semana veio a noticia que tb tinha abortado o outro bebe... a dor foi grande...fiquei uma semana esperando se abortava espontaneamente como o outro..mais eu não aguntava mais e pedi para fazer logo a curetagem, que foi tranquila, passei um dia no hospital e pegue 15 dias de atastado...ainda sinto um pouco de colicas...
isso que passei me fortaleceu muito e agradeço a vcs tb pelo depoimetos que me ajudaram...
a Dra. disse que logo logo posso engravidar novamente...conto com isso !!!
Que Deus vos abençoe e console cada coração...
e MUITA SAÚDE PARA TODAS....

Anónimo disse...

estava gravida de 2 meses e no dia 17/02 descobri q poderia ter perdido meu filho.Foi um sofrimento muito grande pois era minha primeira gravidez e já tinha comprado o carrinho de bebe e algumas roupas.No dia seguinte logo de manhã fui submetida a curetagem, entrei tão nervosa na sala q foi horrivel, naõ quis olhar nada que eu pudesse lembrar, além claro dessa profunda dor q é saber perder um filho. Sò pude mover o corpo 8 horas depois da cirurgia. Mais apesar de estar muito triste, tenho esperanças de engravidar novamente. Tenho q tocar a vida para frente. Força á todas nós

Bia disse...

Fui fazer um ultrasom de rotina com12 semanas qdo o medico me deu a noticia q o coracao do meu bebe nao batia mais desde 9 semana, aborto retido!!!....a dor e o sofrimento sabem como é neh!: so quem passa por isso ....Minha GO disse q teria q ser internada ...Enfim, fiz tratamento com medicamento para abrir o colo do utero durante 4 dias, provocando o aborto expontaneo e por fim a curetagem. O bebe e parte da placenta mandei para um laboratorio de citogenetica e daqui uns 20 dias saira o resultado...Minha medica explicou q optou por usar a medicacao para facilitar a curetagem....pois iria abrir o colo do utero, expelir uma grande quantidade de placenta, o saco gestacional....ficando pouca coisa para se curetada, evitando riscos d "machucar" meu utero e perjudiacando uma proxima gravidez.
Ainda estou me reestruturando, refazendo meus planos e sonhando com uma nova gravidez...
Q Deus conforte todos nos...

Bruna disse...

ola a todas...
amanha dia 5-3-10 faz uma semana q descobri q meu bebe estava sem batimentos, estava com 11 semanas ,mas meu bebe ja havia falecido com 8.Fui ao médico pois senti um pequeno sangramento bem escuro, corri desesprada para o médico, pois era uma gravidez mto esperada por todos.Chegando la p minha surpresa e tristeza profunda naum havia batimentos!Meu chão abriu diante meis olhos...foi o dia mais triste da minha vida!
Fui p casa o médico disse q podia esperar a expulsão em casa, quando foi no outro dia comecei sentir colicas horriveis seguidas de contrações e mto sangramento...tive q ir correndo p hospital me internarão e no outro dia de manha ja fiz a coretagem , que por sinal naum senti nada ...foi super tranquilo, de tarde ja estava em casa...ainda sangro um pouquinhu amanha tenho uma consulta e um ultra son, estou mto ansiosa, pois tenhu medo dessa cirurgia ter machucado meu utero...
mas espero q naum, pois naum sinto nada...
naum mandei nada p exames...pois ja estava mto chocada,naum quiz saber de mais nada!
Hj ja estou superando...estou encarando como se naum fosse ainda minha hr e q Deus vai preparar uma benção em minha vida!
Penso tb que agora tenho mais um anjinhu p cuidar de mim e do meu marido!!!
Meu GO falou p eu esperar só um mes , se quizer no proximo ja posso tentar engravidar!
é isso q eu quero e tenhu certeza q Deus esta comigo ...
sorte a todas...fiquem com Deus..nosso melhor amigo!!!

Bruna disse...

E tb queria agradecer pelo blog...esta ótimo...
e assim podemos nos sentir melhor...pq naum somos as unicas q passamos por isso
eu e meu marido adoramos o blog parabéns mesmo!

Milena disse...

Meninas,
Venho acompanhando este blog desde que sofri um aborto retido dia 18/09/09 e realizei a curetagem no dia 20/09 com 10 semanas de gestação. Não vou comentar a quão ruim é passar por isso, pois todas nós sabemos o quanto é difícil.
Só quero deixar pra todas vocês não desistirem e não perderem a fé. Pensei que não fosse superar e hoje estou grávida de 13 semanas, já realizei o exame morfológico e está tudo bem com o bebê e comigo e sei que vai dar tudo certo até o nascimento.
Nada acontece por acaso e por mais difícil que seja o aborto, não desistam.... Todas nós realizaremos este milagre da vida que é ser mãe, é só acreditar.
Grande beijo e força pra todas nós.

Bia disse...

Oii Milena...muito bom saber q vc passou por td q passamos e ja tem a graca d Deus d estar gravida novamente em pouco tempo...
vai nos informando sobre sua gravidez e nós vamor torcendo por vcs!
grande aabraco!

rosane disse...

Olá, estou passando pela mesma situação de muitas aqui, fui fazer a minha primeira ultra no dia 12/03/2010 não foi detectado batimento cardiaco com 6 semanas e 5 dias, foi recomendado que repetisse o exame em 7 ou 10 dias. Levei o resultado na minha GO e ela me disse que não estava com muitas esperanças, sai do consultório arrasada. Dia 19 repeti o exame e foi constatado que realmente o embrião não havia evoluído, estava com 8 semanas e 5 dias estou super arrasada sem chão chorei bastante pois estava fazendo tratamento pois tenho SOMP deste outubro de 2009. Fiz a curetagem no dia seguinte, sai do hospital no mesmo dia, estou me sentindo bem fisicamente, mas pisicologicamente estou péssima, ainda não consegui aceitar a idéia de ter perdido o meu anjinho, estou pedindo muito a Deus que me dê muita força, para superar este momento tão difícil, grande abraço a todas.

Bia disse...

Ola, semana passada recebi o resultado do cariótipo do meu bebe, Sindrome de Turner, o aborto foi causado por causa dessa sindrome, uma falta do cromossomo sexual. Algumas de vcs ja tiveram essa sindrome como causa do aborto:::Aguardo resposta!
bjao a todas...

Anónimo disse...

Oi,

no dia 08/03/10, descobri que hávia algo errado no ultra, mas o médico que realizou o exame disse que podia se apenas a idade que não conferia com a dum, e então não era possivel ainda ouvir o coração do bb, mas na semana seguinte qdo realizei novamente o ultra, ficou constatado que era de fato aborto retido, fiquei + uma semana aguardando a ação do organismo, mas nada aconteceu, optei então pelo procedimento cirúrgico, acho que este é o momento + difícil, aceitar que ele deve ser retirado de vc, mesmo sabendo que não tem vida.
Mas a vida continua, espero criar coragem agora e tentar novamente.

Anónimo disse...

oi meu nome e Bia tambem sofri um aborto no dia 03/04/2010,estava com oito semanas mas na ultra so estava com seis, fiquei internada por causa de um sangramento,e tive um aborto espontaneo,logo depois fiz a curetagem com anestesia geral e graças a Deus nao sentir dor nenhuma, a unica coisa que doi e meu coraçao, apesar de ter um filho ja de 2 anos eu e meu marido queria muito essa gravidez!!mas busco força em Deus e sei que ele vai me fortalecer,tenho medo de engravidar e acontecer de novo,mas nao vou desistir daqui a 4 meses tentarei de novo e Deus estara ao meu lado!!!que Deus abençoe todas vcs que passaram pelo que estou passando!!!

Anónimo disse...

OI MINHA PRIMEIRA GRAVIDEZ TERMINOU COM 12 SEMANS TIVE UM ABORTO RETIDO E NO DIA 28/06/2001 FIZ A CURETAGEM. POR UM MILAGRE 3 MESES DEPOIS ESTAVA GRAVIDA NOVAMENTE E FOI TUDO BEM E UM ANO APOS A CURETAGEM EM 28/06/2002 TIVE A MINHA LINDA FILHA. AGORA DEPOIS DE 2 ANOS TENTANDO ENGRAVIDAR, CONSEGUI MAS TIVE UMA GRAVIDEZ ANEMBRIONARIA OU OVO CEGO, FIZ A CURETAGEM DIA 01/04/2010.ESTOU ARRASADA MAS COM ESPERANÇA QUE CONSIGA ENGRAVIDAR AINDA ESTE ANO E QUE EU CONSIGA CHEGAR ATÉ O FINAL. FORÇA PARA TODAS E MUITA FÉ EM DEUS, POIS PEQUENOS MILAGRES ACONTECEM TODOS OS DIAS, EU TENHO UM MILAGRE DESSE EM CASA JÁ COM 7 ANOS. BEIJOS

Anónimo disse...

Oi, pessoal
No dia 11/04 acordei com dores nas costas e na barriga e com um pequeno sangramento. Corri para o hospital, chegando lá para minha surpresa descobri que meu bebê estava sem batimentos cardíacos há 2 semanas, tive um aborto retido, pois já era para estar de 11 semanas. O médico me internou, colocou o citotec para dilatar o colo e depois foi feita uma curetagem. Ele me aconselhou há esperar 6 meses para engravidar novamente. Esta gravidez foi muito esperada, demorei 2 anos para engravidar.
Não queria esperar tanto tempo para tentar de novo, já estou tomando anticoncepcional, também não estou sangrando mais.
A dor física é nehuma comparada a dor psicológica. Dia 30/04 tenho médico e também vou pegar o resultado do exame para saber a causa da morte embrionária.

DEUS está conosco, tenho fé e confiança que logo logo Ele nos abençoará com outro anjinho...e o meu está no céu intercedendo por nós.

Susana disse...

Olá. tenho 34 anos e eu o meu marido estavamos ansiosos pelo nosso primeiro filho. Fizemos tudo direitinho primeiro fomos a minha GO antes de tentar engravidar e conseguimos engravidar passado dois meses. Quando descobri ja estava gravida de 5 semanas e a primeira eco foi feita as 7 semanas, foi uma emoção muito grande ouvir o coraçaozinho de um ser tao pequenino a bater tanto. Chegou a altura da eco das 12 semanas no dia 14/04, tavamos tao contentes e ansiosos por ver o nosso bebe já maior e saber se tava tudo bem...mas infelizmente o nosso anjinho não tinha batimentos e ja tava assim à uma semana. Foi um choque para nós e para a familia que ja fazia 1001 planos para o nosso tao esperado bebe.Ve-lo na eco ja formado mas sem vida... No dia seguinte tinha que ir po hospital, foi a noite e o dia mais horrivel da minha vida, eu nao queria ir, eu nao queria nem entendia porque tinha que tirar o meu bebe, eu nao queria faze lo. Sentia me culpada, achava que tinha que ter percebido que o meu bebe nao tava bem. A verdade é que nao tinha sangrado, nao tinha tido dores e os sintomas da gravidez estavam iguais. A muito custo o meu marido la me levou po hospital. Explicaram me que iam fazer 3 doses de medicação de 4 em 4 horas para expulsar, mas a verdade é que nada acontecia e na manha seguinte resolveram dar me a quarta dose, quando a medica me voltou a ver passado 4 horas tudo estava igual, parecia que tal como eu nao queria tirar o meu bebe ele tambem nao queria sair. Foi entao que resolveram fazer me a curetagem. Tou a espera do resultado, procuro que ao menos me traga uma resposta ao que aconteceu.É pior a dor psicologica que a fisica, nunca tive dores em nenhum momento. Há pequenas coisas que fazem lembrar, a primeira foi deixar de ter vomitos ao lavar os dentes. A dor é muito grande e não consigo parar de me lembrar que quando lhe comprei as primeiras roupinhas e falei com ele a dizer que os pais ja lhe tinham comprado presentes ele ja tava morto e isso nao me sai da cabeça. Conto com o apoio do meu marido que apesar de sofrer tambem, me esta a apoiar muito, e conto tambem com o apoio dos meus pais e do meu irmao. Fico agora com o desejo de um dia ter a coragem de voltar a tentar engravidar mas tambem com o receio de que volte a acontecer.

LIVIA disse...

Dia 19/04/10 fiz minha segunda curetagem, a primeira foi dia 30/10/09, na primeira gestação o coração parou de bater, logo no primeiro ultrassom, eu fiquei sabendo, foi horrível, chorei feito criança, fiquei de repouso 20 dias, mais por estar abalada psicologicamente, do que fisicamente. Quatro meses depois engravidei novamente, e foi detectada uma gestação sem embrião, foram observados três sacos gestacionais, e os três vazios, mais uma vez um baque. É difícil conceber a idéia da gravidez q não evoluiu, vc procura motivos, a resposta, isso acontece, é normal,não é o bastante, mas apesar de todo o sofrimento, não podemos desistir, temos q ter esperança, acreditar em Deus, procurar saber as razões, se for preciso um tratamento, e seguir em frente. Tenho muita esperança de engravidar novamente e ter a graça de ser mãe. Ainda estou no período de recuperação, realmente precisamos ficar em repouso, peguei meu sobrinho de três anos no colo ontem, e o sangramento veio com mais força, então sigam a risca todas as recomedações médicas e sem sexo tb. Fiquem com Deus.

Anónimo disse...

tive o primeiro aborto espontaneo em 2008 com 7 semanas e como estava com sangramento,fiz direto a curetagem,em 2010 descobri q estava grávida de 8 semanas na 11°semana fui bater ultra para medir a TN e meu bebê estava sem batimentos cardiacos,fiquei tão triste q nem quis ser internada pois ja era minha 2 perda,mais amanhã criarei coragem e vou me internar,e tudo ocorrerá bm e em nome do sr Jesus tudo dará certo na proxima,apesar de esta cm medo de tentar novamente.sorte para todas vcs tbm